>

Resenha #8: Maze Runner: Correr ou Morrer - James Dashner

"

No post de hoje, tentarei, da melhor forma possível, resenhar um livro que, na minha opinião não pode ser resenhado. Por que? Bom, porque Maze Runner, do James Dashner, é uma obra prima das distopias e uma leitura destaque que fez valer a pena todas as horas de sono perdidas.

A história começa de um modo um pouco confuso. Assim como Thomas, o personagem principal, não sabemos nada até que, de repente, nos vemos diante de garotos adolescentes que se autodenominam ClareanosE, de certa forma, até que faz sentido, porque, esse grupo de sobreviventes vivem numa Clareira. O problema? Ela é cercada por um labirinto que se abre junto com o sol e se fecha ao anoitecer. Quer piorar um pouco mais? Á noite, entre os muros de pedra, os Verdugos, monstros mecânicos semelhantes a animais, passeiam a procura de sua próxima vítima. Após a chegada de Thomas, uma série de acontecimentos bizarros começam abalar a preciosa Ordem dos Clareanos. Será que chegou a hora de se aventurar ainda mais pelo labirinto e conhecer quem os colocou lá?

Viu? Como eu disse antes, um livro maravilhoso...

O enredo inteiro foi muito bem construído e o autor nos deixa propositalmente curiosos, incitando-nos a ler as continuações (algo que recomendo bastante). Durante o livro todo, há inúmeras perguntas sem resposta, mas nada que nos deixe confusos à ponto de abandonar a leitura. Apesar das quantidade de páginas (420, se não me engano) eu li incrivelmente rápido, porque simplesmente não tem como parar, uma vez que a ação começa.

Os personagens de James Dashner me surpreenderam, assim como a sociedade criada por ele. Todos eles estavam no meio de uma situação traumática em absolutamente todas as partes do livro, mas, ainda assim, não perderam as características adolescentes que os tornam maravilhosamente engraçados.  

O livro foi escrito muito bem e todas as cenas de ação e suspense me impressionaram. Houve partes que me deram medo e outras que quase me fizeram chorar. Foi esse contraste, drama e aventura, que colocou Dashner na minha lista de favoritos do gênero.

Agora, houve pontos negativos? NÃO. Isso mesmo, é extremamente raro que aconteça (quem me conhece sabe que eu adoro criticar), mas, pelo menos no primeiro livro da trilogia, não achei nada tão ruim de valesse a pena citar aqui. 

Maze Runner é considerado uma obra para garotos, mas eu o recomendo à todos que estão a procura de emoção, distopias e algo que te fará passar madrugas em claro. 

Até a próxima, Juh ;)

Booktrailer:



Titulo: Maze Runner - Correr ou Morrer;
Titulo Original: The Maze Runner;
Autor: James Dashner;
Tradução: Henrique Monteiro;
Editora: Vergara & Riba (V&R);
Gêneros: Ficção, Ação, Suspense, Distopia, Jovem adulto;
Série - Volume: Maze Runner - 01;
Número de páginas: 426;
ISBN: 9788576832478;
Ano: 2010;
Adaptação cinematográfica: Setembro de 2014.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »