>

Resenha #14: A Menina Que Tinha Dons - M. R. Carey


Olá pessoal, eu sou a Thaai e mais nova resenhista dessa equipe! Vocês ainda vão ver bastante a minha carinha porque também estamos planejando ter vídeos comigo uhuuuul!! São apenas novidades que logo logo vamos postar aqui e lá no youtube.

Então sem mais delongas aqui está a minha resenha sobre A Menina Que Tinha Dons, espero que gostem.

Em A Menina Que Tinha Dons, M. R. Carey explora um mundo pós Colapso onde um fungo parasita domina e se alimenta do sistema nervoso do ser humano, tornando-os em famintos por carne humana. É nesse mundo devastado que vive Melanie, uma garotinha de 10 anos que vive em uma base militar com outras crianças, soldados, a Dra. Catwell e alguns professores, como a Srta. Justineau, por quem Melanie tem uma grande paixão. Podemos perceber logo de cara que ela não é como as outras, é extremamente inteligente, curiosa e intrigante, sempre se perguntando sobre o dia em que sairá de sua cela, e é quando menos espera que Melanie vê toda a sua história mudar e se encontra prestes a encarar suas questões pessoais e mundanas serem respondidas.

A Menina Que Tinha Dons é o livro de estreia de M. R. Carey, obra rodeada de suspense e descobertas a cada página. Carey conseguiu inovar em um tema já tão bem usado como zumbis com o enfoque nas emoções e mentes dos personagens envolvidos; em como o ser humano lida com seus erros, medos, com o desconhecido, e do que são capazes para conseguir o que querem.

Além de fazer um ótimo trabalho no contexto entorno do lado biológico da história, um patógeno já utilizado na literatura porem abordado em um ângulo totalmente diferente, que brinca e usa o ser humano a sua maneira, fazendo com que a cada página tenha algo novo mesmo com os próprios famintos.

O personagem de Melanie tem um jeito único e simples de ver o mundo, o que faz a leitura ser confortável e singular. Muitas vezes ela demonstra sonhar e se espelhar em histórias heroícas mesmo tendo uma mentalidade tão intensa e madura. O que explica o próprio título, que vem de Melanie adorar a história de Pandora e sua caixa, de onde sai tanto coisas boas como ruins.

O que mais me surpreendeu com certeza foi o desfecho, algo que aposto que ninguém pensou que acabaria dessa forma, porem totalmente aceitável, foi o que mais me marcou e fez a obra ser incrível.

No gênero pós-apocalíptico já tão explorado, Carey consegue inovar, utilizando uma escrita simples no âmbito do horror e suspense, além surpreender nos detalhes, no aprofundamento do patógeno e da própria humanidade prestes a ruir.


Titulo: A Menina Que Tinha Dons ;
Titulo Original: The Girl With All The Gifts ;
Autor:  M. R. Carey;
Tradução: Ryta Vinagre;
Editora: Fábrica231;
Gêneros: Romance, Ficção Cientifica, Ficção Fantástica;
Número de páginas: 384;
ISBN: 9788568432020;
Ano: 2014.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »