>

Crítica #3 | Série: Gilmore Girls + Retorno na Netflix


O ano de 2016 trouxe um presente para os fãs das séries, isso porque a Netflix anunciou no final do mês de Janeiro que irá disponibilizar em seu catálogo aqui no Brasil todas as temporadas de Gilmore Girls, além de uma 8ª temporada inédita com o elenco original. 

Gilmore Girls foi exibida originalmente pela Warner Bros no período de 2000 a 2007, contando com 7 temporadas produzidas. No Brasil foi transmitida pela emissora Warner Bros na TV paga e na TV aberta pelo SBT, neste último com o título “Tal Mãe, Tal Filha”.  

Protagonizada por Laurel Graham (Lorelai Gilmore) e Alexis Bledel (Rory Gilmore) a série conquistou muitos fãs que acompanhavam as aventuras das garotas. A história dava ênfase na relação de Lorelai e Rory, respectivamente mãe e filha, assim como o dia a dia delas na pequena cidade de Stars Hollow, onde viviam e também onde moravam seus melhores amigos. 

Como fã posso dizer que Gilmore Girls foi uma daquelas séries com a qual você se identifica. As meninas queriam ser como a Rory e se emocionava com a amizade entre ela e a mãe e com o amor que compartilhavam. A série nos ensinou que as mulheres podiam e deviam tomar as rédeas de suas vidas e conquistar seus sonhos, independente das situações adversas que tivessem que enfrentar. Lorelai era nossa incentivadora! 

Gilmore Girls nos ensinou ainda a importância da família e dos amigos. Aprendemos como as coisas eram capazes de ir mal, que acontecimentos ruins poderiam e iriam acontecer, mas que se tivéssemos o amor daqueles que estavam em casa tudo acabaria bem e teríamos força para persistir. 

Além de todas essas lições de vida a série nos proporcionava boas risadas através das cenas divertidas que não faltavam no  dia a dia da pequena Stars Hollow. Na maioria das vezes os responsáveis por elas eram Luke e Sookie, mas não podemos esquecer das adoráveis loucuras da doce Lane. Quem também não odiou Paris Geller para depois descobrir a humanidade através da personagem? 

Nesses sete anos de nossas vidas torcemos pelos relacionamentos de Rory e Lorelai, choramos com a separação das duas quando Rory foi para a faculdade, tínhamos dificuldade de acompanhar o que Lorelai falava e precisávamos pensar para entender as referências e jogadas sarcásticas que ela fazia. Os diálogos por sinal era um dos melhores aspectos da série. Convivemos também com o mau humor de Luke e com seu grande coração, com as maluquices de Babette e com a rigidez da Sra. Kim. 

Enfim... descobrimos em meio a uma enxurrada de lágrimas ao final da última temporada que Stars Hollow não era apenas o lar das garotas Gilmore, mas também a casa de todos os fãs.

Escrito por: Fabiana Treft
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »